sábado, 21 de junho de 2014

O julgamento humano...

O julgamento humano é uma bosta, ou melhor o julgamento humano sobre outro humano é uma bosta. Falo isso pelo simples fato de que você vai se dizer mais velho, mais experiente, mais vivido, mais sabido das coisas e das pessoas e mesmo assim vai se surpreender com o que uma pessoa eh capaz de realizar. Talvez por que só acreditamos na existência boa de um humano, sim talvez seja isso, quando viemos ao mundo, temos o lado ruim do mesmo tamanho que o lado bom, claro que a instrução dos pais sobre certo e errado vai nos direcionado para aceitação em sociedade fazendo coisas boas ditas certas e minimizando o lado ruim. E se em alguma fase fosse esquecido, ou não percebido o lado ruim, ou não esclarecido, ou distorcido, ou talvez até promovido este lado negativo em positivo, que seres humanos teríamos virado? Como uma pessoa trata os valores de caráter para si, e para o tratamento com os outros com quem se relaciona? Chego ter medo as vezes de humanos e suas reações? Nós dizemos tão certos de sermos racionais, de sermos entendidos, uns com os outros, de estabelecermos meio de comunicação,leis, porém nos violentamos, nós assaltamos, nós roubamos, já pensamos em extermínio de uma classe de nós, já mos achamos melhor que os outros, já pagamos para usar do corpo de outro, já não nós importamos com as tais leis que inventamos para nós socializar, então sim devo dizer que temo pelo convívio com seres humanos. Cada dia tem passado e você vai conhecendo um maior número de gente, e com tanta velocidade de informação sobre um dos outros ficamos nos apropriando um pouco sobre a vida de cada um e de como estas cabeças pensantes transformam suas respectivas vidas para que um grupo de pessoas vejam. Já não sei se o que está apresentado neste conjunto de informações é a pessoa em questão ou uma imagem criada por ela nada disso. Uma dor consome o peito cada vez que você aposta em alguém, e não se trata de magoa, ou decepção com a pessoa, mas sim neste julgamento que você mais uma vez fez na santa inocência de que os valores de bondade que você teve fossem compatíveis com aquela, e saber que não o são, realmente dói. Enfim o julgamento humano sobre outro humano é uma bosta.

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

24 Dezembro 2013

"VIDA QUE SEGUE" Muita coisa feita, muita importância desimportante..chega-se nos últimos meses sempre fazendo uma retrospectiva, analise, mistura de sentimento com razão, para saber se nada foi em vão..e se foi? já não tenho certeza, o foco, a atenção, o propósito já não pagam o preço. A vida tem passado voando, esta foi uma escolha passada, que agora pesa, e alguns sentidos frustra. Não, sem arrependimentos, a vida tem sido boa, a escolha teve seu proposito, e pelo incrível que pareça foi esta escolha que tem permitido fazer erros com tempo e dinheiro disponíveis para ainda poder pensar em mais opções. Muitos falam da geração XY dos anos 80, tudo se enquadra, num perfil, mas talvez a vida não tem sido fácil, talvez o mundo moderno nos permite mais questionar sobre nossas escolhas de vida, tudo tem mudado rapidamente, e por que não os padrões de profissão, profissionais, pessoas.Ninguém mais se prende a nada, idéias estabelecidas e mantidas sobre vários anos, tem se visto questionadas e mudadas numa velocidade em que não podemos querer que o individuo nascido nesta época seja igual ao de antigamente. Portanto enquanto se falava de mudança como algo ruim e perigoso antigamente, hoje ela se faz necessária. Chega-se nesta ultima semana deste ano, "não pronto", não pronto nas relações sociais, não pronto para falar em bondade entre as pessoas, não pronto para falar dos planos para 2014, não pronto para o que está, e muito menos não pronto para o que vem..mas com comecei e agora termino.. "VIDA QUE SEGUE"